A área de recursos humanos é uma das mais influenciadas pelos avanços tecnológicos e pelas mudanças entre gerações do mercado de trabalho.
Nesse post, traremos as tendências que estiveram em alta neste ano de 2018, e que ainda vão dar o que falar em 2019:

Com o dinamismo do mercado de trabalho, os profissionais de Recursos Humanos não tem descanso. Para manter a efetividade nos seus cargos, é necessário se manter atualizado e alinhado as práticas modernas de recrutamento, relacionamento e qualificação dos novos e antigos colaboradores.
Importando métodos modernos de áreas de tecnologia e desenvolvimento, o recursos humanos não é mais como antes. As tendências mostram que existem novas prioridades, mas que devem sempre ser conciliadas com as antigas. Significa que ao mesmo tempo que é necessário incorporar novas características, como por exemplo a metodologia agile, já velha conhecida nas áreas tecnológicas e startups, é de extrema necessidade ampliar o conhecimento dos colaboradores.
É preciso colocar pessoas e projetos na mesma medida da balança.

Veja se você está atualizado com o mercado de trabalho que atua:


Aperfeiçoamento da experiência do colaborador dentro da empresa:
A experiência do colaborador, ou “employee experience’, vem ganhando bastante espaço no mercado de trabalho moderno. Em 2017, essa tendência já fazia bastante barulho, e em 2018 ela passou ser um tópico importante dos departamentos de RH mundo afora.
Lanches, games, espaço para descanso, possibilidades de “home office” quando necessário, entre outros contribuem de alguma forma para isso. Existem alguns outros pontos de influência na “employee experience”, por exemplo, empregar ferramentas tecnológicas de gestão. Elas ajudam os profissionais a realizarem as tarefas de forma mais rápida. Essas ferramentas podem ser aplicativos,softwares e treinamentos.




Treinamento para os profissionais de recursos humanos:
É comum o RH de uma empresa focar em treinamentos para os colaboradores de outros setores, mas acaba deixando de investir na capacitação dos próprios profissionais do seu setor. É importante capacitar os profissionais de recursos humanos, e atualizá-los comas novas tecnologias, uma delas, a mais usada pelo setor no ano de 2018, o Learning Management Softwares (Softwares de gerenciamento de aprendizagem),essa tecnologia torna as equipes capacitadas para calcular a produtividade dos colaboradores por meio de análise de dados que são gerados ao longo do tempo.

 Ambientes de trabalho informais e descontraídos:
Com o movimento de troca de gerações no mercado de trabalho, as dinâmicas vem mudando. Em 2018 houve uma valorização de ambientes mais jovens, descontraídos e dinâmicos. Esses locais geralmente oferecem além do espaço para trabalhar,espaços para interagir e relaxar nas pausas.
Isso significa que as organizações estão buscando se tornar atrativas, para captar talentos da nova geração. Dessa forma, é responsabilidade do recursos humanos conseguir filtrar e ver quais são os tipos de candidatos que a organização tem como foco, e quais são as mudanças que podem ser efetuadas, dentro do contexto e orçamento da empresa.


Novas tecnologias, big data e mídias sociais:
A gama de artifícios tecnológicos disponibilizados para os profissionais de recursos humanos é grande e está em constante expansão. Aplicativos de recrutamento digital, cloud computing (armazenamento de dados em nuvem), gamification (games para recrutamento e treinamento), plataformas de ensino online e uso de big data são recursos que não podem ser ignorados no mundo moderno.
Big Data é uma tendência em constante crescimento e está entrando de forma definitiva na área de recursos humanos. Essa tecnologia funciona de forma prática, minerando dados que permitem aos gestores fazer uma análise precisa nos processos de avaliação,rendimento e recrutamento de colaboradores.
As mídias sociais estão presentes e são muitos influentes em todos os aspectos da vida das pessoas, principalmente nas gerações Millenials (Y) e Z. Essas pessoas tomam conta do mercado, logo, não é logico deixar de lado esses ambientes.
As redes sociais são um ótimo ambiente para captar novos talentos.
Quem descarta o poder das novas tecnologias, está perdendo grandes chances de evoluir.

Contratação cega:
No mundo atual, não há mais espaço para preconceitos.
Mesmo assim, esse fator ainda é discutível em muitas empresas, reclamações e denúncias de atos preconceituosos ainda são bastante recorrentes.
Pensando nessas situações, surgiu uma iniciativa em países como Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Suécia, com o objetivo de minar discriminações nas contratações, o currículo cego. A tendência criada esse ano, ganhou bastante força, várias empresas pelo mundo passaram a adotar a pratica.
O currículo cego é uma pratica de contratação onde o recursos humanos não tem acesso a qualquer informação pessoal do candidato, como nome, gênero, endereço,etc.
Um software é utilizado na seleção de documentos e coloca esses dados em anônimo. As empresas selecionam apenas pelas formações e qualificações dos candidatos.
A ideia é trazer diversidade para dentro das empresas.


Classe executiva trabalhando em harmonia:
Quando falamos em mundo corporativo, é comum ouvir e ler termos como CEOs, COOs e etc. Essas posições onde os nomes começam com a letra C, designam cargos de chefia (C significa “chief”, chefe em inglês), fazem parte do “C-Level”, ou “C-Suite”.

Segundo a tendência do 2018 Global Human Trends, publicação anual feita pela Deloitte, os C-Suite, ou executivos de alto nível, não trabalharão mais juntos. O conceito de “equipes liderando equipes” aplica a desconstrução das hierarquias padrão, buscando deixar as equipes sempre conectadas entre si.
De forma que cada C-Suite deverá interligar suas unidades com equipes multifuncionais, construindo uma rede ágil de organização.


Como mencionamos, a área de recursos humanos é dinâmica, e segue as tendências e tecnologias que sempre estão em constante atualização.Cabe aos profissionais buscar estar sempre em dia com as novidades e as oportunidades desse setor que vive em plena expansão.
Você gosta da área de recursos humanos? Tem interesse em saber mais e estudar?
O curso técnico em Recursos Humanos da ESSA é uma ótima escolha! Vem conhecer!


Escrito por Equipe Editorial ESSA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.