O departamento de recursos humanos é fundamental para o crescimento e bom andamento de qualquer empresa. O plano de desenvolvimento que é definido pelos proprietários, passa por uma gestão eficiente de RH, pois parte deles a seleção assertiva de colaboradores, e assim, consequentemente um acompanhamento das atividades realizadas. Mas, para esse ciclo ser funcional, os empreendedores precisam ter no seu setor de recursos humanos, aliados, sempre dispostos para dar o suporte que for preciso.
Os erros mais comuns que os empreendedores cometem, é desconsiderarem a importância de uma gestão de recursos humanos bem feita, inclusive em empresas pequenas. Quando, na verdade, o recursos humanos precisa nascer dentro dessas empresas, implementando e adaptando a cultura da empresa nos processos seletivos e futuramente, para os colaboradores. Mantendo assim, todos os setores alinhados.

Em empresas pequenas, a proximidade das equipes são diferenciais. As equipes próximas tendem a ficar mais fortes e comprometidas, até mesmo mais competitivas, o que incentiva mais motivação, interação e flexibilidade nesses ambientes.
A boa gestão do setor de recursos humanos nas empresas requer atenção especial e deve focar no desenvolvimento de ações em prol do bem comum da empresa, administrando o capital humano da melhor forma possível.

Por que fazer uma boa gestão de recursos humanos em empresas pequenas? Existem vários benefícios em implementar uma boa gestão, o primeiro deles é a seleção de profissionais mais capacitados e preparados para os cargos. Com o conhecimento dos profissionais técnicos em recursos humanos, essa seleção será muito fácil e poupará também o seu tempo.

A análise do desempenho dos colaboradores é mais um benefício, porque da mesma forma que é importante selecionar colaboradores bem preparados, é importante também analisar o seu desempenho. Uma das responsabilidades do setor de recursos humanos é resolver as questões de motivação, percepção e desempenho dos colaboradores. Com ações e ferramentas para unir e fortalecer os objetivos.

Instituir um plano de carreira é uma das políticas a serem implementadas pelo setor de recursos humanos, além de ser algo almejado pelos colaboradores, o que mostra a eles a evolução deles dentro da empresa. Isso tem como consequência gerar mais envolvimento e motivação para o crescimento pessoal e profissional.

Existem desafios na gestão de recursos humanos nas empresas pequenas, as limitações podem intensificar alguns problemas, principalmente quando se lida com capital humano. Uma delas é a retenção de talentos, como, em alguns casos o profissional pode não enxergar potencial de crescimento como em empresas grandes, o trabalho da gestão de recursos humanos será também motivacional.
Um ambiente corporativo desorganizado tem consequências negativas, mesmo que não pareça. Colaboradores acumulam funções diversas, o que pode gerar uma completa desorganização, o que, acaba gerando custos desnecessários.
Uma das dificuldades que o setor de recursos humanos pode passar em empresas pequenas é a falta de precisão nas contratações. Em alguns casos, não é por falta de capacitação dos profissionais, mas sim, por falta de definição de perfil a ser contratado.

Para fazer uma boa administração dos desafios é preciso fazer um mapeamento para identificar os pontos em que as empresas necessitam de colaboradores e aplicar isso de forma assertiva.

Como fazer a gestão de recursos humanos nas empresas pequenas?

A primeira coisa a se fazer é definir funções e cargos. Isso aumenta o comprometimento dos colaboradores com os resultados exigidos pela empresa. É importante que cada um conheça o seu papel e os seus objetivos pessoais. Tendo essas definições ficará até mais fácil selecionar novos profissionais.

Promover a integração dos colaboradores é uma estratégia que visa promover conhecimento acessível a todos, e deve alinhar o colaborador com a cultura da empresa. Essa etapa é essencial e que deve ser planejada pelo setor de recursos humanos. Assim como planejar e realizar reuniões para comunicar resultados, novas expectativas e alinhar as estratégias de crescimento. Isso é fundamental para o bom andamento da empresa e manter os colaboradores engajados. Assim sendo, é bom realiza-las e estabelecer uma agenda com informações, para que as pessoas possam não apenas participar delas, mas também contribuir ativamente.

Realizar pesquisas de clima corporativo é uma ferramenta muito utilizada por médias e grandes empresas, mas pode ser muito eficiente em empresas menores. Com os resultados da pesquisas de clima organizacional, é possível ver a empresa pelos olhos do colaborador e identificar possíveis falhas e oportunidades de melhorias que podem fazer a diferença no rendimento do empregado.

Treinamento, desenvolvimento e reconhecimento dos colaboradores são clausulas importantes para uma organização. Treinamento e desenvolvimento são cruciais em pequenas empresas, pois na sua grande maioria, os colaboradores acumulam mais de uma função. Geralmente, empresas menores não dispõem de grandes orçamentos para organizar ações de reconhecimento aos seus funcionários. Porém, reconhecimento é importante, mesmo que seja algo acessível. Mas, um simples ato de agradecimento pelas atividades prestadas podem gerar resultados ainda melhores.

Implementar uma boa gestão de recursos humanos em empresas pequenas pode ser uma tarefa nem tão fácil assim, mas aqui você pode ver que apesar de ser trabalhosa, ela resulta em melhorias para todos os níveis e setores dentro da organização.

Escrito por Equipe Editorial ESSA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.