É fato que a Radiologia traz consigo alguns mitos e até mesmo temores antiquados. Portanto, é importante que aqueles que buscam a profissionalização técnica se informem e descubram o que, afinal, é mito e verdade sobre esta área apaixonante.

Se analisarmos de perto, a própria palavra Radiologia remete à radiação, associada a algo perigoso, que potencialmente poderia causar problemas graves de saúde. No entanto, o fato e que há muito pouco conhecimento difundido sobre como os profissionais dessa área atuam.

A alta exposição à radiação pode ser sim um risco à saúde do ser humano e outros seres vivos, mas não há motivo para preocupações. Os profissionais que trabalham nesta área, seguem um protocolo rigoroso de segurança, imposto e vistoriado por órgãos competentes como a Anvisa e o próprio CRTR (Conselho Regional de Técnicos em Radiologia), que inclui normas e equipamentos de segurança rigorosos. Dentre estas medidas de proteção, consideram-se distâncias seguras da emissão de radiação e vestimentas revestidas de Chumbo, material que impede a transmissão do Raios-X produzidos nos maquinários. Além desses exemplos citados, o profissional ainda conta com o chamado Dosímetro, equipamento usado para quantificar a radiação recebida pelo profissional, mantendo-o sempre nos níveis seguros recomendados.

Outro mito também muito relacionado à profissão, refere-se à dificuldade de mulheres no ingresso a esta área. A origem deste mito está relacionada à força física requerida, antigamente, para manipular os pesados aparelhos. Mas, a realidade dos dias atuais, com equipamentos leves e automatizados, deixaram estas crenças infundadas para trás. Um exemplo disto é a própria Especialização em Mamografia, uma especialidade ocupada quase que exclusivamente por mulheres.

Se você ainda não se convenceu, estudos recentes apresentam a mulher como líder na procura pela radiologia, com 60% do contingente de estudantes nos Cursos Técnicos desta área.

Com este breve texto, esperamos desmitificar algumas das questões mais comuns relacionadas à Radiologia, e encorajar os aspirantes da área a buscarem a profissão desejada, independente de informações que possam desmotivar a sua decisão. Busque sempre pesquisar e ter um entendimento melhor sobre as atividades da área, saber o que é real e o que não é, pode prepará-lo melhor para os desafios posteriores.

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Escrito por Equipe Editorial ESSA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.