Você está em busca de uma transformação em sua vida profissional mas ainda não tem um perfil na maior rede profissional do mundo?

As redes sociais participam diretamente de nossas atividades, sejam elas pessoais ou profissionais. Desta forma, ficar longe delas está cada vez mais complicado e inviável. Esta revolução em como nos comunicamos e nos socializamos também mudou o modo de ingressar ou se colocar no mercado de trabalho.
O Linkedin é uma rede social dedicada exclusivamente ao mundo corporativo. Um local compartilhado por profissionais, empresas e recrutadores. Com toda esta descrição não é difícil imaginar as vantagens que envolvem participar desta rede, mas isso ainda não é a realidade de muitas pessoas, há várias lacunas de profissionais e mesmo os presentes na rede ainda não conseguem utilizá-lo apropriadamente.
Hoje, queremos ajudar um pouco você a dar os primeiros passos nesse universo, por isso, separamos algumas dicas importantes e respostas às principais perguntas:

É possível conseguir emprego pelo perfil?
Sim. O LinkedIn funciona como uma via de mão dupla para os usuários. Assim como você usa o seu perfil para procurar oportunidades e vagas para se candidatar, há também recrutadores utilizando a ferramenta para rastrear candidatos que se qualifiquem para uma vaga. Essa prática é na verdade muito comum, com um perfil agradável e bem construído você se torna visível para recrutadores e empresas!

Como encaminho meu currículo?
Há algumas maneiras de expor as suas experiências e vivências e torná-las visíveis na plataforma. Se você gosta de transmitir as suas experiências através do documento tradicional, você pode disponibilizá-lo anexando o arquivo nos formatos .doc ou .pdf, mas, se você estiver em busca de uma vaga direta não se preocupe, em muitos casos você tem um campo específico para anexar um link ou o próprio documento.
No entanto, a maneira mais comum (e recomendada) para aparecer nesta rede seria pelo seu próprio perfil. Através de uma boa estruturação e descrição, você pode tornar o seu perfil atrativo, detalhar todo o seu âmbito profissional e educacional e centralizar o que mais você quiser agregar, como: trabalhos voluntários, seminários, certificados etc…

É muito difícil usar a ferramenta?
Calma, realmente no início pode ser um pouco confuso, mas não é um bicho-de-sete-cabeças. O mais importante é você saber qual é a função correta do LinkedIn, e através disso elaborar o seu perfil e suas atividades na rede. Para descomplicar e colocar em termos simples, é interessante você ver o perfil como o seu cartão de visita profissional. Outra dica também importante é entender o ambiente da plataforma como uma extensão de um ambiente corporativo, você tem os seus colegas (Conexões) e as atividades deles representadas em um feed (Textos, artigos, trabalhos gráficos etc.), então lembre-se, é importante se portar corretamente e evitar ações inapropriadas.

Quais as vantagens de ter um perfil no LinkedIn ?
Como explicamos anteriormente, ter um perfil na maior rede profissional do mundo é como se posicionar em uma vitrine empresarial, com vários “olheiros” buscando talentos e diamantes brutos a serem lapidados. Aqueles que buscam consolidar a carreira ou simplesmente querem expandir horizontes veem na ferramenta um grande ajudante. Além disso, você pode multiplicar o seu Networking, com novos contatos de diversas áreas.

O que eu preciso evitar no Linkedin?
Enquanto navega pela plataforma você vai se deparar com diversos conteúdos e como um bom colega ou usuário você provavelmente gosta de interagir e comentar alguns destes, o que é extremamente positivo. Mas tenha cuidado, comentários pejorativos, conflitos, críticas negativas e linguagem muito informal podem acabar manchando a sua imagem para os visitantes do seu perfil.

Também vale lembrar algumas dicas básicas que usamos para montar nossos c.vs. Não exagere ao montar o seu perfil, informações exacerbadas podem acabar afetando um futuro processo seletivo. Não coloque informações falsas e evite parecer desesperado, um resumo com palavras como “desempregado”, ou “Procurando emprego” não são atrativas para recrutadores.

Então vamos lá! Mãos à obra! Monte seu perfil, siga a ESSA e dê o pontapé na busca de uma nova oportunidade profissional!

Escrito por Equipe Editorial ESSA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.